Main menu

Acampamento Tibiriçá

Produtor: Márcia Beça Pereira Leite
Cultivo(s): Doce de Leite, Doce de Mamão
Bauru, São Paulo - Brasil
Site: www.acampamentotibirica.com.br 

Apresentação

No local onde antes era a Fazenda Val de Palmas – local de uma das maiores produtoras de café do Brasil em meados de 1895 – funciona, há aproximadamente mais de 22 anos, o Acampamento Tibiriçá, que surgiu de uma viagem que a proprietária fez a São Paulo, quando esta viu em uma revista ideias de como montar um acampamento, em uma época que ainda pouco se falava em “Turismo Rural”. Na década de 1980, após uma geada, a produtora e seu marido - o Sr. Cynise Pereira Leite - compraram as terras de uma família de origem oriental, que tinha ali criação de bicho de seda. Desde então o sítio, que depois foi transformado em acampamento, passa por algumas expansões, contando atualmente com 116 acomodações, na grande maioria formadas pelos antigos barracões e galpões dos tempos de criação de bicho da seda. Hoje, o Acampamento Tibiriçá concentra seus esforços no desenvolvimento do turismo rural, mas ainda guarda relação com as rotinas de uma propriedade familiar, pois ali são cultivados café, cana-de-açúcar e milho para silagem, as duas últimas culturas destinadas à alimentação do gado leiteiro, cujo leite serve de matéria-prima para os doces produzidos localmente.

Destaque

Tendo seu principal foco no turismo rural, o Acampamento Tibiriçá surge com um conceito inovador de turismo, que é o “Turismo Pedagógico”, onde são abertas suas portas aos diversos públicos-alvo, principalmente as crianças vindas de escolas do Ensino Infantil e Fundamental do distrito de Tibiriçá, cidades do entorno de Bauru e da região como um todo. Sendo o turismo pedagógico um desdobramento do turismo rural, os visitantes do acampamento têm ao seu alcance uma noção sobre a vivência na zona rural, pois ao mesmo tempo em que podem tirar o leite direto da vaca, aprendem simultaneamente conceitos básicos da matemática a partir do processo de produção do queijo, e ainda são brindados com a série “Contação de Causos”, explorando-se figuras do folclore brasileiro, como o saci, a partir de uma história criada pela Sra. Márcia ao aproveitar a mística que envolve o vasto bambuzal da propriedade. A primeira colheita do café plantado em meados de maio e junho passa pela torrefação dos grãos e vai até o feitio do café enquanto produto pronto, dando nome a um dos atrativos do turismo rural no acampamento, que é a série “Do Cafezal ao Cafezinho”.

Diferencial

A qualidade dos doces produzidos no próprio acampamento é um dos pontos chaves para a boa fama do Acampamento Tibiriçá, sendo a proprietária quem põe a mão na massa para fazer uma gama de quitutes, como doces em compotas (ambrosia, doces de abóbora, banana, goiaba, de leite, entre outros), e também bolachas, broas, pães, queijos e demais produtos derivados do leite.

Informações

Além das atividades culturais destinadas às crianças e demais visitantes, o Acampamento Tibiriçá conta com atividades de lazer, como tirolesa, arvorismo, passeio de cavalo, e várias recreações que garantem o entretenimento educativo dos recém-chegados. Outro ponto fundamental visto na propriedade, e que reforça ainda mais o viés de turismo rural e pedagógico, é a parceria que acontece entre os donos do acampamento e o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizado Rural), que utiliza o espaço disponibilizado pelos proprietários para que sejam ministrados cursos aos agricultores familiares, como o “Pró-Leite”, onde são ensinados conceitos sobre rotatividade de pastos, produtividade em pequenas áreas, experiências em laticínio e inúmeros assuntos úteis aos pequenos produtores.

Imagens

Onde Comprar

Para comprar os produtos do Acampamento Tibiriçá, entrar em contato com Márcia através do site www.acampamentotibirica.com.br

Localização

Tibiriça (Distrito de Bauru), SP - Brasil

Imprimir

A veracidade das informações disponibilizadas nesta página, assim como das imagens e das fotografias, são de inteira responsabilidade das fontes de informação citadas, não refletindo necessariamente a opinião ou o posicionamento do projeto de extensão Competências Digitais para Agricultura Familiar (CoDAF), de seus colaboradores e de instituições vinculadas ao projeto.