Main menu

O trigo é uma commodity utilizada em produtos alimentícios (macarrão, farinha, biscoitos, pães, doces, etc.), para produtos não alimentícios (misturas adesivas e de impressão, colas, álcool, antibióticos, etc.) e também na alimentação animal (feno, grão ou na composição de ração). Além disso, a produção no Brasil é de alta relevância, de tal forma que incentivou ao grupo fazer a análise de dados sobre produtividade/área plantada e também uma comparação entre os anos de 2012 a 2016, mostrando uma previsão para o ano de 2017.

Informações sobre a origem dos dados

Os dados utilizados no trabalho foram retirados do site da CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento), que atua no âmbito de estudos e estatísticas dos preços de produtos agrícolas (custo da produção, expetativa de plantio, colheita do grão, volume e localização de estoques). Sendo uma empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que tem como objetivo a contribuição para a decisão dos responsáveis dos elos da cadeia: nas áreas de produção, armazenamento e distribui- ção. Disponibilizando dados sobre: safras; agricultura familiar; armazéns da CONAB; preços praticados no PAA (Programa de Aquisição de Alimentos); relatórios anuais de auditorias internas e sobre gestão; editais de tendências regionais e também sobre a matriz da CONAB; estoques privados, públicos e séries históricas; conjunturas mensais e semanais;leilões agropecuários; publicações entre outros.

Nome da Fonte: Séries históricas da safra do trigo

Instituição mantenedora: Companhia Nacional de Abastecimento (Conab): Agricultura e abastecimento em boa companhia

Endereço para acesso à fonte: http://www.conab.gov.br/index.php

Descrição do processo de navegação até a fonte de dados

Primeiro Passo: Acessar o hiperlink do site da CONAB apresentado acima, depois seguir os retângulos laranjas destacados na figura abaixo, sendo eles: produtos e Serviços, Safras e Séries históricas.

Segundo passo: O item “séries históricas” entrará em uma segunda página, como mostra a Figura 2 abaixo. Na qual, você seleciona o número 3, destacado pelo quadro laranja que apresentará o arquivo escolhido, trigo. Assim para encontrar a base de dados deverá ser clicado em cima do nome “trigo” que o retângulo laranja na figura abaixo está apresentando.

Informações sobre os dados

O formato do arquivo acessível na fonte de dados é .xls.

Na primeira aba, há uma tabela da série histórica da área plantada em mil hectares, referente ao trigo, nas safras de 2000 à 2016. A primeira coluna é dada a Região/UF, como: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste, Sul, Norte/Nordeste, Centro-Sul, Brasil. Sendo as demais colunas, as safras de 2000 à 2016 com seus respectivos valores.

Na segunda aba, possui uma tabela relacionada à série histórica de produção (trigo) em mil toneladas. Encontra-se na primeira coluna a Região/UF, sendo, Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste, Sul, Norte/Nordeste, Centro-Sul, Brasil. As colunas seguintes, são dadas as safras desde 2000 até 2016, com seus devidos valores.

Na terceira aba, apresenta uma tabela da série histórica de produtividade em kg/ha, onde a primeira coluna temos a Região/UF (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste, Sul, Norte/Nordeste, Centro-Sul, Brasil) e em sequência, as colunas das safras de 2000 até 2016 juntamente com seus valores adquiridos.

Na quarta aba, foi encontrada a tendência para 2017. E para melhor visualização, desenvolveu-se uma tabela dinâmica, contendo: Região/UF no campo Colunas, a Somatória dos valores das safras de 2012 à 2017 no campo Linhas, e depois o total geral. Assim, por meio desta tabela, construiu-se um gráfico de linhas (por ser série histórica) com os dados obtidos. No gráfico, é possível observar a diferença em cada ano e a linha pontilhada é a tendência de 2017.

Na quinta aba, obteve-se uma tabela dinâmica contendo as seguintes informações: nas colunas têm os dados que seriam Brasil, Centro-Sul, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul, e nas linhas a somatória de cada ano, desde 2000 até 2016. Disso, construiu-se um gráfico para ter uma análise temporal da produtividade, tendo na legenda as Regiões/UF e no eixo, a somatória dos valores de cada ano.

Visualização dos dados

Para descrição das informações foram geradas visualizações gráficas sobre os dados escolhidos. O gráfico abaixo apresenta uma evolução histórica sobre a produtividade do trigo sendo representada pela fórmula abaixo.

Referência:

AMORIM, D. Nordeste passa o Sudeste na produção de grãos pela 1ª vez,2015. Disponível em:. Acesso em 03 jul. 2017.

BRUM, A. L.; MULLER, P. K. A realidade da cadeia do trigo no Brasil: o elo produtores/cooperativas, 2008. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/resr/v46n1/a07v46n1.pdf > Acesso em 03 jul. 2017.

CANZIANI, J. R.; GUIMARÃES, V. D. A. O trigo no Brasil e no mundo: cadeia de produção, transformação e comercialização. In: CUNHA, G. R. da (Ed.). Oficina sobre trigo no Brasil: bases para a construção de uma nova triticultura brasileira. Passo Fundo: Embrapa Trigo, 2009. p. 29-72.

COÊLHO, J. D.; XIMENES, L. J. F. Produção de grãos no Nordeste: de olho na China. ETENE,2, 27-39, out. 2016.

Autores: Adônis Barbosa Carreira*; Ana Carolina Nascimento Nóbrega*; Mariana Oliveira Furlan*; Patrícia Hoshijima*; Sabarrah Maria Jorge*.

* Alunos do curso de Administração de Empresas da Universidade Estadual Paulista - "Júlio de Mesquita Filho".