Produção da Castanha de Caju nas microrregiões do Ceará no período de 1993 a 2016

Nataniele dos Santos Alencar, Jamily Freire Gonçalves, Esdras Alex Freire de Oliveira, Tiago Cartaxo de Lucena, Renato Martins de Sousa

Resumo


O Estado do Ceará é considerado o principal produtor de Castanha de Caju no Brasil. Nesse contexto, esse estudo tem como objetivo analisar a produção da castanha de caju nas microrregiões do Ceará no período de 1993 a 2016. A partir dos dados disponíveis no Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA e utilizando-se da metodologia tabular descritiva, foram avaliadas as variáveis: área plantada, área colhida, quantidade produzida e valor da produção. Os resultados indicam que durante o período analisado a microrregião do litoral de Camocim e Acaraú obteve os maiores índices de produtividade em todas as variáveis em comparação com as demais. Observou-se também que a microrregião de Cascavel obteve bons resultados nesse período com aumento considerável de sua produção a partir do ano de 1995, porém, a microrregião de Lavras da Mangabeira apresentou os menores valores. Um fator preocupante notado durante a análise foram as constantes oscilações nos índices de produtividade da castanha de caju, o que pode estar diretamente relacionado aos períodos de estiagens. Diante disso, observa-se que há espaço para implantação de políticas públicas mais eficazes que atenuem os efeitos negativos das variações climáticas tanto da produção como da renda dos agricultores.

Palavras-chave


Produtividade; Castanha de Caju; Ceará.

Referências


ADECE. Plano de desenvolvimento da cadeia produtiva do Caju do Ceará para os anos de 2013 a 2025. Câmara Setorial do Caju Ceará, Agencia de desenvolvimento do estado do Ceará, ADECE: Fortaleza. Planner consultoria, janeiro 2013.

ALBUQUERQUE, D.P.L. et al. competitividade externa da amêndoa de castanha de caju brasileira no período de 1990 a 2007. Biblioteca digital brasileira de teses e dissertações, BDTD. Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2010.

CARVALHO, T. C.. Diagnóstico da cadeia produtiva do caju com foco na análise do desempenho dos produtores. 2012. Dissertação (Mestrado em Logística e Pesq. Operacional) - Universidade Federal do Ceará. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2018.

CONAB. Castanha de caju: panorama da cajucultura no Ceará. Ministério da Agricultura, pecuária e Abastecimento. Companhia Nacional de Abastecimento CONAB: Fortaleza- CE, Conab – Sureg /CE, fevereiro, 2017.

Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB. Panorama da Cajucultura no Ceará, Fortaleza – CE, 2017. Disponível em: < http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/17_02_09_14_35_39_cajucultura_no_ceara__-__2017.pdf >. Acesso em: 07 jan. 2018.

__________. SUREG/CEARÁ – PERÍODO: SETEMBRO/2016 A SETEMBRO/2017. Disponível em: < http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/17_10_09_08_54_46_conjuntura_castanha_caju_setembro_2017.pdf>. Acesso em: 13 jan. 2018.

CUENCA, M. A. G.; MANDARINO, D. C.. Realocação Espacial da Agricultura no Âmbito de Microrregiões: Ceará, 1990 e 2005. Documentos. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2007. 20 p.. Disponível em: . Acesso em: 24 jan. 2018.

EMBRAPA- Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Aspectos econômicos da cultura do cajueiro, Embrapa Agroindústria Tropical, 2ª Ed, 2016. Disponível em: < https://www.spo.cnptia.embrapa.br/conteudo?p_p_id=conteudoportlet_WAR_sistemasdeproducaolf6_1ga1ceportlet&p_p_lifecycle=0&p_p_state=normal&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-2&p_p_col_count=1&p_r_p_-76293187_sistemaProducaoId=7705&p_r_p_-996514994_topicoId=10308 >. Acesso em: 7 jan. 2018.

FIGUEIREDO, A. M.; SOUZA FILHO, H. M.; GUANZIROLI, C. H.; JUNIOR, A. S. V.. Competitividade ameaçada: análise da estrutura de governança do agrossistema brasileiro da amêndoa de castanha de caju. In: 47º Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. Porto Alegre/RS, 2009. Disponível em: Acesso em: 01 dez. 2010.

FIGUEIRÊDO JUNIOR, H. S.. Desafios para a cajucultura no Brasil: o comportamento da oferta e da demanda da castanha de caju. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 37, nº 4, 2006, p.554. Disponível em: < https://ren.emnuvens.com.br/ren/article/view/670 >. Acesso em: 16 de jan. 2018

__________. Desafios para a cajucultura no Brasil: análise de competitividade e recomendações para o setor, Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v.39, nº 3, 2008, p.373. Disponível em: < https://ren.emnuvens.com.br/ren/article/view/470 >. Acesso em: 16 de jan. 2018.

IICA; EMBRAPA, Desenvolvimento regional Sustentável: fruticultura-caju. Instituto Interamericano de cooperação para a agricultura; Banco do Brasil. V 4. Brasília, setembro 2010.

IICA; BANCO DO NORDESTE, B. Cadeia produtiva da castanha do caju: estudo das relações de mercado. Banco do Nordeste do Brasil. Instituto Interamericano de cooperação para agricultura, IICA: Fortaleza, 2009. 152 p.

IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Levantamento sistemático da produção agrícola, janeiro de 2017. Disponível em: . Acesso em: 09 jan. 2018.

INDI-Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará. Agronegócio do caju no Ceará: cenário atual e propostas inovadoras. Fortaleza – CE, 2008, p.15. Disponível em: . Acesso em: 14 de jan. de 2017.

Instituto Interamericano de Cooperação Para a Agricultura – IICA. Desenvolvimento Regional Sustentável, Brasília, v.4, 2010. Disponível em: < http://www.bb.com.br/docs/pub/inst/dwn/Vol4FruticCaju.pdf>. Acesso em: 13 jan. 2018.

IPECE Conjuntura / Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE). – Fortaleza, CEARÁ. Abril de 2015.

GOMES et al. Canais de comercialização e estrutura de governança em arranjos produtivos locais de amêndoa da castanha-de-caju - os casos dos Municípios de Barreira e Pacajus no Estado do Ceará, (Artigo baseado em Tese de Doutorado), IV Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional – UNISC, 2008, p.2. Disponível em: < http://www.unisc.br/site/sidr/2008/textos/141.pdf >. Acesso em: 13 jan. 2018.

LIMA et al. Nível tecnológico e fatores de decisão para adoção de tecnologia na produção de caju no Ceará, Revista de Economia e Agronegócio, vol.8, nº 1, 2010, p.123. Disponível em: < http://www.revistarea.ufv.br/index.php/rea/article/viewFile/229/168 >. Acesso em: 13 jan. 2018.

MACÊDO, M. L. Viabilidade econômica do cultivo irrigado do cajueiro anão precoce na agricultura familiar. Mestrado em Engenharia Agrícola, Fortaleza – CE, 2013, p.15. Disponível em: < http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/18630/1/2013_dis_mlmacedo.pdf >. Acesso em: 15 jan. 2018.

PAULA PESSOA, P. F. A.; LEITE, L. A. S.. Cadeia Produtiva do Caju: subsídios para a pesquisa e desenvolvimento. Cadeias Produtivas e Sistemas Naturais: prospecção tecnológica. Brasília, DF: Embrapa/SPI, 1998. Disponível em: < http://www.ceinfo.cnpat.embrapa.br/arquivos/artigo_582.pdf >. Acesso em: 13 jan. 2018.

PESSOA, P.F.A.P; LEITE, L.A.S. Cadeia produtiva do caju: subsídios para pesquisa e desenvolvimento. Embrapa agroindústria tropical: Fortaleza - Ceará, 1994.

SERRANO, L. A. L.; PESSOA, P. F. A. P. Aspectos econômicos da cultura do cajueiro. Embrapa agroindústria tropical: Fortaleza - Ceará, 2016.

SIDRA. Sistema IBGE de Recuperação automática. Disponível em:

< http://sidra.ibge.gov.br> Acesso em: jan. 2018.

VIDAL, M. F.; XIMENES, L. J. F.. Comportamento recente da fruticultura nordestina: área, valor da produção e comercialização. Caderno Setorial ETENE. Ano 1, n. 2, outubro, 2016. Banco do Nordeste.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Apresentação | Template para submissão de trabalhos | Expediente | Foco e Escopo | Políticas de Seção | Política de Acesso Livre | Política de Privacidade | Processo de Avaliação pelos Pares | Periodicidade | Declaração de Direito Autoral | Diretrizes para Autores | Normas para Publicação | Submissões Online | Corpo Editorial | Contato | Patrocínio da revista | Mapa do Portal